Por que do torneio “Florida Cup”?

florica cup

Todo início de ano os clubes brasileiros iniciam sua pré-temporada, onde cada um organiza jogos amistosos para uma melhor preparação. Mas se essa preparação for fora do país? Com visibilidade mundial?

Pois é isso o torneio “Florida Cup”, um torneio internacional que será realizado em Orlando (EUA) e em sua primeira edição contará com 2 times brasileiros (Corinthians e Fluminense) e 2 times alemães (Bayer e Colônia).

Vídeo de apresentação do Torneio:

A competição Florida Cup será da seguinte maneira: os times do mesmo país não se enfrentaram, tendo apenas jogos com times da nacionalidade diferente. O país que mais somar pontos será o vitorioso. Também o time que tiver mais pontos será premiado.

O torneio terá transmissão para mais de 120 países e conta com várias atrações com os jogadores brasileiros na cidade.

A ideia por trás da criação da Florida Cup foi identificar um momento ideal da temporada quando os clubes de ponta pudessem combinar o que eles precisam em termos de qualidade para uma pré-temporada com alguns jogos competitivos, além de trabalhar e reforçar a marca em mercados chave de grande potencial, como os Estados Unidos. Acredito que a Florida Cup englobe tudo isso na nossa estrutura esportiva, com parceiros chave e um inovador formato de disputa. Esperamos que o torneio cresça em 2016 e tenha uma possível participação do Orlando City SC – afirmou Ricardo Villar, presidente da 2SV Sports. (Fonte: GLOBO ESPORTE).

Pode-se dizer que o Florida Cup tem tudo para emplacar e aumentar a visibilidade dos clubes, e quem sabe o futebol, ou melhor o Soccer, não caia de vez nas graças dos americanos…

Agora é só acompanhar os jogos e ver quem será o campeão do torneio…

Fontes:
http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2014/11/florida-cup-e-lancada-e-tera-conversa-entre-clubes-cbf-e-bundesliga.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Florida_Cup_2015

http://floridacup.com/pt/sobre/

https://www.facebook.com/FLCup/timeline?ref=page_internal

Por que futebol de Várzea?

7181642688_10cb07e3f9_z

Todos, ou a maioria sabem que o futebol de várzea é o futebol dos jogadores amadores, mas para saber a origem deste temo é preciso voltar aos anos em que o futebol foi iniciado em São Paulo, onde tudo começou…

Para ajudar nesta explicação me baseei no livro “Visão de Jogo – Primórdios do futebol no Brasil” de José Moraes dos Santos Neto. Então vamos a história…

Nos anos de 1900 a cidade de São Paulo já tinha consolidado 5 times da elite: São Paulo Atletic Club, Associação Atlética Mackenzie College, Sport Club Germania, Sport Club Internacional e Clube Atlético Paulistano. Mas também tinham os times “populares” formados por jovens trabalhadores italianos, alemães e portugueses, esses que haviam chegados à São Paulo na época do Império para trabalho escravo ou até mesmo livre.

O futebol começou a cair nas graças da população e se espalhava em várias áreas da cidade. Cada um começou a montar um local para praticar o esporte. Mas o futebol da população menos favorecida praticava a modalidade no Belém, no prado da Mooca, no Cambuci e na várzea do Carmo. Mas era no Carmo que havia as alternâncias da pratica do futebol de elite e populares.

Várzea do Carmo

Ao fundo, vista da várzea do Carmo. No início do séc XX, times da elite e populares alternavam-se. Com a separação entre o futebol de elite e o popular, ocorrida por volta de 1905, os times da elite criaram seus próprios campos, e o futebol popular ficou conhecido como “varzeano” (*fonte).

Mas os dirigentes do Clube Atlético Paulistano promoveram em conjunto com a Prefeitura municipal e transformaram o Velodromo existente na cidade em campo de futebol, deixando o campo da várzea do Carmo apenas para os times populares. Assim surgia o termo “varzeano”.

Em 10 anos, o futebol dos “varzeanos” foram ganhando times e força na cidade. A medida que a competitividade do futebol de “várzea” crescia os times populares começaram a ganhar espaço no futebol oficial. Um fato que marca essa força é no ano de 1912, onde a Liga teve que aceitar a afiliação do Ipiranga Futebol Club, uma equipe vinda da várzea.

varzea2

Esse é o retrato perfeito do futebol de várzea, segundo os cinco times da elite paulistana (*fonte).

Caso queira saber mais detalhe desta história e até mesmo os primórdios do futebol, recomendo o livro, onde conta toda a história baseada em fotos e pesquisas bem fundamentada.

Livro Visão do Jogo

Livro Visão do Jogo

Caso queira adquirir o livro, na Cultura tem a venda:
http://www.livrariacultura.com.br/p/visao-do-jogo-622567?id_link=200021781

Fonte:

Livro: Visão de Jogo – Primórdios do futebol no Brasil. José Moraes dos Santos Neto (*fotos retirados do livro)

http://www.ludopedio.com.br/rc/index.php/arquibancada/artigo/1184

Por que no 1º dia do ano tem rodada da Premier League?

Premier League
Na sexta (26/12) passada estava trabalhando e o meu celular mandado notificações de jogos do campeonato inglês. Achei que estava doido e deixei de lado. Mais hoje, 1º de janeiro, procurado algo para ver, me deparo com jogos ao vivo da Premier League, como assim?!?!

Confesso que comecei acompanhar mais de perto o futebol inglês no ano passado, por isso minha surpresa em relação a jogos nessas datas de festivas de feriado… até porque jogos depois do Natal e no 1º dia do ano é uma tradição de muitos anos na Inglaterra. E será essa o primeiro PORQUÊ de 2015.

A tradição tem histórias, conhecida atualmente como “Boxing Day”. A data (26/12 ou próximo dia útil após o Natal) é comemorada desde a Idade Média na Inglaterra, onde o dia é também conhecido como St. Stephens Day, em referência a um dos primeiros mártires cristãos, que morreu apedrejado em Jerusalém entre os anos 34 e 35 depois de Cristo

A origem do nome vem das caixas (box, em inglês) que durante a época de Natal eram colocadas nas igrejas para recolher dinheiro para os pobres. Essas caixas eram abertas no dia de Natal e o valor arrecadado eram distribuídos no dia seguinte, 26, o Boxing Day (o dia das prendas), num costume enraizado na Inglaterra, no País de Gales e em algumas regiões do Canadá, e que também se estendia às casas mais abastadas, onde, nesse mesmo dia, as famílias ricas da sociedade ofereciam prendas aos seus criados.

Mas só em finais do Séc. XIX este dia passou também a ser preenchido por manifestações desportivas…

Com falta de dinheiro para práticas dos esportes de elite (Caça e a Equitação) a sociedade inglesa começou a gostar mais do esporte que havia surgido no mundo universitário o football. Na história, surgem já registos datados de 1888, pouco depois de iniciar-se a Taça de Inglaterra, de jogos incluídos no mítico “Boxing Day”. Em 26 de Dezembro de 1886, o Bolton venceu o Derby Conty por 3-2 e o West Brown o Preston por 5-0. Até 1959, o campeonato inglês inclui mesmo jogos no dia 25 de dezembro, algo que se manteve na Escócia até 1976. Mas, desde essa data, passou-se para dia 26.

Chegando o Natal e o Ano Novo, todos anseiam pelos grandes jogos que colocam frente a frente os diferentes bairros, cidades e regiões que marcaram o século do futebol inglês. Para eles o futebol é a sua religião. Ninguém é capaz de imaginar estes dias sem esses grandes jogos.

Existem inúmeras manifestações de atletas e técnicos de futebol em relação a não parada do campeonato inglês no final de ano, com a alegação de ser algo muito desgastante devido às festas e até mesmo a possibilidade de ter jogos muitos próximos sem um descanso adequado, mas dificilmente a tradição deixará de ser o que é, porque os ingleses não abdicam facilmente da memória e depois os jogos de “Boxing Day” bate todos os recordes de audiência televisiva.

Fontes:

http://www.dn.pt/inicio/interior.aspx?content_id=1138112

http://m.oglobo.globo.com/blogs/planetaquerola/posts/2014/12/25/rodada-do-boxing-day-tem-107-partidas-na-inglaterra-557603.asp

http://www.planetadofutebol.com/artigos/o-fantastico-mundo-do-boxing-day

Por que o clássico Palmeiras e Corinthians se chama Derby?

PALMEIRAS-E-CORINTHIANS-O-DERBY

Todos os clássicos de futebol têm um nome que define o jogo, mas alguns são batizados como, o Derby. Geralmente os grandes clássicos tem essa honra, inclusive  Palmeiras vs Corinthians, mas porque desse título?

O termo Derby tem origem nas corridas de cavalo, a Derby de Epsom é uma corrida de cavalos graduada internacionalmente como Grupo I, destinados exclusivamente para os cavalos machos e femeas thoroughbreds (puro-sangue inglês), que tenha 3 anos de idade hípica. Essa competição ocorre em junho de cada ano, atualmente no hipodramo de Epsom Downs, em Epsom (Surrey).

É devido à grande relevância dessa corrida que fez as competições mais relevantes do mundo esportivo ter o nome Derby, até porque se trata de uma corrida com cavalos puro-sangue, raça mais rápida e mais valiosa do mundo.

Mas vamos voltar ao futebol… no Brasil, o clássico que recebeu este nome foi Palmeiras x Corinthians. A primeira vez que esse jogo recebeu o título foi no início da década de 1940 pelo o jornalista Thomaz Mazzoni, em que escolheu este nome comprando o clássico paulista com as corridas de cavalos no Derby de Epsom.

Derby Paulista ou simplesmente O Derby…

O Derby tem muitas histórias, pois as equipes paulistas se enfrentam desde 1917, são mais de 340 jogos, mais de 900 gols, já tivemos uma partida com mais de 120 mil públicos pagante (Pal 1x 0 Cor, jogo de 22-12-1974).

Fontes

http://pt.wikipedia.org/wiki/Derby_de_Epsom
http://pt.wikipedia.org/wiki/Derby_Paulista
http://esportes.terra.com.br/flamengo/livro-retrata-201-classicos-do-brasil-com-historias-inusitadas,31ea7345fe134410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

Por que sou palmeirense?

Vou plagiar 2 blogs que sigo… mas hoje preciso fazer isso 😉

Este texto precisa dessa trilha sonora de fundo…

Hoje meu GRANDE time de coração está fazendo 100 anos… não são 100 anos apenas de futebol, são 100 anos de glorias, de vitórias, de ídolos, de emoções a flor da pele, são 100 anos de muitas histórias…

Desses 100 anos vivi apenas ¼, mais já é o tempo mais que suficiente pra poder dizer que sou Palmeirense com muito orgulho, não me arrependo em nenhum segundo da minha existência dessa escolha.

Não sei exatamente quando este amor nasceu, mais lembro de histórias incríveis que vivenciei e tenho orgulho disso…

Quando fui pela primeira vez no antigo Parque Antártica e vi o “alviverde imponente no gramado onde a luta o guarda” me emocionei… lembro em detalhes daquele jogo Palmeiras x Santa Cruz na série B de 2003.

Não sou da época das grandes glorias, mais sou da geração da “Defesa que ninguém passa” que fez nascer o santo dos goleiros o SÃO MARCOS. Não tive a sorte de ver a melhor “Linha atacante de raça”. Mas sim sou da “Torcida que canta e vibra!!!”

Ah… por que sou palmeirense? Porque SIM hahaha… porque o Palmeiras é o único time que não consigo ver o jogo com a razão, mais sempre na emoção; porque me identifico com a filosofia e história do Verdão; porque tenho um amor inexplicável;

Bom acho que a melhor resposta pra essa pergunta é frase do grande torcedor palmeirense Joelmir Beting:

Explicar a emoção de ser palmeirense a um palmeirense é totalmente desnecessário. E a quem não é palmeirense é simplesmente impossível”

Minha Coleção do Verdão

Minha pequena Coleção do Verdão

Palmeiras parabéns por 100 anos de glorias, que este novo ciclo seja 100 vezes melhor. Que eu possa gritar muito de alegria, chorar de emoções por títulos e quem sabe continuar passando este amor incontestável para as próximas gerações.

Por que o Palmeiras está disputando a Copa EuroAmericana 2014?

palmeiras x fiorentina

No ano de 2014, terá a segunda edição da EuroAmericana, que é um torneio de futebol internacional, com objetivo de jogos amistosos. A empresa de Televisão a cabo DirecTV é a organizadora e patrocinadora deste torneio.

O torneio este ano, conta com times da CONMEBOL, UEFA e CONCACAF, sendo este último sua primeira participação no torneiro.

Mais como o Palmeiras entrou nessa competição?

O Brasil terá sua primeira participação nessa segunda edição e terá o Palmeiras sendo o time convidado. Segundo, Sandro Mesquita (representante da EuroAmericana), “A escolha do Palmeiras foi muito importante, porque é o detentor do maior número de títulos do Brasil. Creio que vai ser um jogo-chave da Copa EuroAmericana, além de ser o ano do centenário do clube brasileiro”

O Palmeiras aceitou o convide e tem grandes expectativas de ter reconhecimento mundial, já que terá transmissão do jogo em diversos países que possuem a rede DirecTV.

O time paulista terá como adversário o time italiano Fiorentina.

TAÇA JÚLIO BOTELHO

Mais o jogo do Palmeiras x Fiorentina não é só uma partida da competição da EuroAmericana, também está valendo a taça Júlio Botelho.

Júlio foi um jogador de futebol que fez história em ambos os times e merece ter uma homenagem a altura.

A coincidência vai além dessa, ambos os times tem como data de fundação 26 de agosto, sendo o Palmeiras mais velho, ano de 1914 e Fiorentina de 1926.

MAIS SOBRE A EUROAMERICANA…

O torneio é patrocinado e organizado pela plataforma de televisão a cabo DirecTV, e sua forma de disputa é:

todos os jogos são disputados dentro das regras do futebol. Em caso de empate após os 90 minutos, é disputado uma prorrogação em dois períodos de 15 minutos cada, e se continuar empatado, o campeão será definido através de disputa de pênaltis. A confederação do time vencedor de cada partida é premiada com um ponto, e a confederação com maior número de pontos será a campeã. (Wikipédia).

Na edição de 2013, a campeã foi o Continente Europeu com 6 vitórias x 2 derrotas.

EuroAmericana 2013

tabela do campeonato de 2013

Quer saber mais sobre a EuroAmericana de 2014? Vá até o site da competição http://www.copaeuroamericana.com/pt/

 

Fontes:

http://esportes.terra.com.br/futebol/palmeiras-x-fiorentina-valera-taca-em-homenagem-a-julinho-botelho,3face0aa65e56410VgnCLD200000b2bf46d0RCRD.html

http://www.ogol.com.br/edicao.php?id_edicao=59344

http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_EuroAmericana

Por que dizer adeus as seleções que estão na Copa estão tão dolorosas?

suica-copa-argentina-9

Nossa… essa é uma questão que me veio à mente essa semana, começou nas duas últimas semanas o momento de dizer adeus para 16 seleções que estavam na copa, essas despedidas foram fáceis, aceitáveis, até porque estava mais visível esse tchau devido seu nível de futebol apresentado nessa fase. Mais as despedidas mais dolorosas são das fases de mata-mata, mais por quê?

Bom…  Exatamente o porquê não sei, mais uma coisa é óbvia, são seleções que vão deixar saudades e que fizeram ótimos trabalhos na copa… então vou relatar as minhas dores:

Doeu muito dizer adeus aos chilenos, a seleção teve uma campanha impecável na fase de grupos, sou fã incontestável do Valdivia, e queria ver ele jogar mais um pouco na copa. Mas quis o destino que a seleção La Roja enfrentasse nossa Seleção Brasileira, e não tem outro final a não ser a eliminação… pois queremos o Hexa e só um tem que continuar no show dessa Copa.

Doeu pouco, mais dou, ver os uruguaios ir embora por simples fato do seu grande craque, o Suárez, aprontar no jogo anterior com a Itália, uma mordia pode ter causado a eliminação precoce de uma seleção digna de continuar a luta. Mas a Febre Amarela dos Colombianos da fazendo bonito.

Foi muito doloroso ver os mexicanos serem eliminados poucos minutos do fim da partida… Como dizer tchau pro goleiro mais milagreiro dessa copa? Ou melhor, como escolher entre o ataque mais arrasador da copa versos a defesa mais avassaladora?

Dolorida foi ver as batidas de pênalti entre as zebras da copa (na minha opinião), queria ver as seleções da Grécia e da Costa Rica mais um pouco na competição, porém só uma poderia continuar, então quis os deuses da Copa manter o nosso novo xodó Los Ticos na disputa.

Agora emocionante foi o jogo da França com a Nigéria, a garra em campo do time africano deveria valer um gol, pois não parou um minuto, desejou continuar na copa até a última gota de suor, mas a França, com um time de peso mostrou que veio nesta copa para continuar, então no final do segundo tempo fez um gol e segue vivo na competição. Mais a Nigéria deixa uma lição de garra e determinação, e dizer adeus a essa equipe também foi difícil.

O que dizer na despedida dos argelinos? Que jogo foi esse??? Ver a Argélia sendo o melhor em campo durante todo o primeiro tempo, ver o goleiro defendendo bolas com destino certo para dentro do gol foi de arrepiar, mas o fim dessa história foi o final feliz para o time germânico. Ao time da Argélia, o tchau também doeu…

Emocionante foi ter mais uma vez nesta Copa um almoço a lá Messi… como a argentina tinha torcida, contra rsrs, acho que a Suíça nunca foi tão aplaudida pelos brasileiros em um estádio. Dizer adeus para os suíços foi uma pena, que lição de defesa em campo, marcação em todos os momentos, o que dizer do goleiro no ataque minutos finais das prorrogações? Mais Los Hermanos ficou mais um pouco na Copa.

Mas o jogo mais quente ficou para o último dia, último jogo… Que jogo é esse Bélgica? Que garra é essa equipe Americana? Lições em campo: a Bélgica mostrou que a melhor defesa é o ataque, que não importa o adversário, tem que haver respeito, porém tem que continuar no ataque, prova disso foram mais de 38 finalizações sendo 27 ao gol, que ataque ousado!!!  Os americanos deram tchau porém conseguiu fazer a sua nação entender o que o futebol é nossa paixão…

Quando amamos o esporte, e quando entendemos o poder de cada competidor, o real motivo que o levou a chegar nessa competição, começamos a gostar ainda mais, a respeitar mais. Hoje admiro o esporte por isso, quanto mais eu assisto aos jogos, quanto mais conheço as histórias, a caminhada de cada pessoa, me apaixono mais e as competições ficam mais dolorosas.

Descobri essa dor na Copa, hoje entendo o porquê é dolorida dar adeus a times que tem potencial em continuar a competição, o quanto é emocionante ver jogos de mata-mata, que “matam” lentamente cada seleção, acelera os batimentos cardíacos de cada torcedor, esboça sensações e emoções espontâneas para cada lance.

Termino esse post filosófico com a frase que mais traduz essa emoção: “Os cardiologistas holandeses devem estar muito felizes conosco … ontem (29-06), não deixamos de acreditar, até o último minuto, que poderíamos ganhar.” Ironizou o atacante holandês Robben.

Pois é, essa copa muito eletrizante, espero que meu coração aguente até o final… E Brasil rumo ao Hexa